Como rezar de acordo com a Sunna do Profeta Muhammad ()

 

| |

 Como rezar de acordo com a Sunna do Profeta Muhammad e

كيفية صلاة النبي صلى الله عليه وسلم

]  Português – Portuguese – برتغاليي [

‘Abdulaziz Ibn ‘Abdullah Ibn Baaz

عبد العزيز بن عبد الله بن باز

Tradução e Edição

Luis Eduardo Chaves de Carvalho

Lic. M. Isa García

ترجمة ومراجعة:

محمد عيسى غارسيا

لويس إدواردو شافيس ذي كربالو

Disse o Profeta Muhammad : “Realizai a oração tal como me viste fazê-la“.

Ética da oração (Salat)

O Imam Bukhari registrou as seguintes palavras do Profeta Muhammad : “Realizai a oração tal como me viste fazê-la”.

Nesta breve obra, explicaremos como o Mensageiro de Allah  fazia a oração.

1.        Primeiro, deve ser feita a purificação (udu) tal como foi ordenado por Allah em seu livro:

Ó vós que credes! Quando ires fazer a oração, lave o rosto e as mãos até os cotovelos, passe as mãos pela cabeça e (lave) os pés até os tornozelos. (Surata 5: 6)

Disse o Profeta : “Não é aceita a oração se não é realizada ates a ablução”.

2.        Logo, orientar-se em direção a Qiblah (a casa sagrada em Makka) com a intenção de cumprir com a oração especifica no momento. Esta intenção não deve ser pronunciada em voz audível, porque nem o Profeta  e nem seus companheiros a fizeram. Pronunciar a intenção com voz audível é uma inovação, seja a oração feita atrás do Imam, ou individualmente. Quando realizares uma oração individual, coloque na sua frente uma Sutra (objeto que impeça a passagem de pessoas na sua frente).

3.        Pronuncie o primeiro Takbir (takbiratul Ihram) dizendo: Allahu Akbar (Allah é o maior) levantando as mãos na altura de suas orelhas ou seus ombros.

4.        Logo fixe seu olhar no lugar onde colocarás a testa durante sua prostração.

5.        Coloque sua mão direta sobre o pulso esquerdo, e coloque-as sobre o peito, tal como fez o Profeta Muhammad .      

6.        É recomendável recitar a seguinte suplica ao iniciar a oração (du’a al istiftah)

Allahumma ba‘id baini ua baina khataiáia kama bá‘adta bainal mashriqi ual magrib, allahumma naqqini min khataiáia kama iunaqqaz zaubul abiadu minad danas, allahumma agsilni min khataiáia biz zalji ual má'i ual barad

“Ó Allah! Afaste de mim meus pecados assim como afastaste o leste do oeste. Ó Allah! Purifica de meus erros da mesma forma que é purificada a roupa branca da sujeira. Ó Allah! Limpe-me de meus pecados com neve, água e granizo”

Também podes recitar: Subhánakallahumma ua bi Hamdika, ua tabárakasmuka, ua ta‘ála jadduka, ua la iláha ghairuk

“Glorificado e louvado sejas. Ó Allah! Bendito seja Teu nome, elevada seja Tua majestade. Não existe outra divindade exceto Tu”.

É recomendado também recitar todas as súplicas que o Profeta  mencionava em suas orações. É preferível alternar entre elas, quer dizer, recitando una na oração do Fajr, outra na oração do Duhr, e assim sucessivamente.

Após fazer a súplica de abertura, diga:

A’udhu billahi min ash shaitan ar rajim

 “Refugio-me em Allah do maldito Shaitan (Satanás)

Bismillahi ar rahmani ar rahim

“Em Nome de Allah, O Clemente, O Misericordioso” 

Logo depois é recitado a Sura Al Fâtiha.

Disse o Profeta Muhammad : “Não é valida a oração onde não é recitada a Sura Al Fatiha”.

Após concluir a recitação desta Sura, deves pronunciar em voz audível “Amin” se a oração que estas fazendo é em voz audível, como a oração do Fajr, as duas primeiras Raka’a da oração do Magrib e do ‘Isha. Depois disso, de acordo com a Sunna do Profeta  deve ser recitado alguns versículos de tamanho médio ou longo nas orações do Duhr (meio día), do ‘Asr (tarde) e do ‘Isha (noite). Quanto à oração do Fajr (amanhecer), é recomendado recitar de forma prolongada o Al Qur’an. Enquanto na oração do Magrib (anoitecer), podem ser recitados versículos curtos ou longos indistintamente.

7.        Após terminar as recitações, levante as mãos na altura dos ombros ou das orelhas e diga: “Allahu Akbar” se incline no Ruku’ deixando suas costas e cabeça na linha horizontal. Apóie suas mãos de forma aberta sobre os joelhos e com calma e serenidade diga três vezes:

Subhána rabbial ‘adhím

“Glorificado seja meu Senhor, O Grandioso”

É recomendado conforme a Sunna, dizer também:

Subhánakallahumma rabbana ua bi Hamdika, Allahummagfir li

“Glorificado sejas ó Allah! Senhor nosso, para Ti é os louvores. Ó Allah perdoa-me.”

8.        Depois, levante-se lentamente dizendo:

Sami’a Allahu liman Hamidahu

“Allah escuta a quem o louva”.

Quando estiver em pé completamente diga:

Rabbana ua lakal hamdu. Hamdan kazíran Taiiban mubárakan fíh. Mil'as samauáti ua mil'al ardi ua ma bainahuma ua mil'a ma Shi'ta min ba‘du - “Senhor nosso! A Ti são os mais lindos, abundantes e benditos louvores. A Ti são os louvores que enchem os céus e a terra e tudo o que existe em ambos, enchendo tudo o que Tu queres”.

No caso que estejas acompanhando o Imam na tua oração, quando levantar-se do Ruku’ diga:

Rabbana wa laka al Hamdu

“Senhor nosso, a Ti são todos louvores”

Também é recomendável pronunciar a seguinte súplica:

Ahlaz zaná'i ual majdi ahaqqu ma qálal ‘abdu ua kul luna laka ‘abdun, allahumma la máni‘a limá a’taita, ua la mu’tia limá mana‘ta, ua la ianfa‘u dhal jaddi minkal jadd

“Tu é digno dos louvores e glorificações, muito mais do que um servo possa dizer a Ti; e todos nós somos Teus servos. Ó Allah, nada pode segurar o que Tu concedes nem dar o que Tu seguraste; e de nada se beneficia o rico de suas riquezas perante Tu”.

Coloque novamente suas mãos sobre o peito, tal como fizeste antes da inclinação (Ruku’), já que isso é deduzido através das narrações de Wa’il Ibn Hajar  e Sahl Ibn Sa’d  ao descrever a oração do Profeta .

9.        Logo após, iniciamos a prostração (Suyud) e por sua vez dizemos: Allahu Akbar. É recomendado colocar primeiro os joelhos ao solo, porém se é muito dificultoso, pode começar colocando as mãos em primeiro. Os dedos das mãos e dos pés devem estar na direção da Qiblah, unidos entre si e não abertos. Nesta posição, sete partes do corpo devem estar em contato com o solo: A testa e o nariz, ambas as mãos, ambos os joelhos e ambos os pés.

Nesta posição repita três vezes:

Subhana Rabbi al ‘ala

“Glorificado seja mi Senhor O Altíssimo”

Também é recomendado dizer:

Subhanakallahumma rabbana, ua bi hamdika Allahummagfir li

“Glorificado sejas, ó Allah! Senhor nosso, a Ti são os louvores. Ó Allah, perdoa-nos”

É recomendado que se suplique sinceramente de coração, já que o Mensageiro de Allah  disse: “No Ruku’ glorificai a Allah, e no Sujud esforçai-vos em suplicar, porque estais mais perto de que ela seja atendida”.

Pedindo as graças e as benesses desta vida e da outra. Isto deve ser feito sejam nas orações obrigatórias ou nas voluntárias Não se deve colocar durante a prostração, os braços junto ao corpo, nem as coxas no abdômen. Os antebraços não devem tocar ao solo, já que o Profeta  disse: “Prostrai-vos corretamente, e não apóies os antebraços no solo tal como faz o cachorro”.

10.    Depois disso, levante a cabeça de sua prostração e por vez diga: “Allahu Akbar” e sente-se sobre o pé esquerdo mantendo seu pé direito reto (para cima), e deixando as mãos sobre as coxas e joelhos, e diga:

“Allahummagfir li uarhamni uahdini uajburni ua ‘afini uarzhuqni uarfa‘ni”

“Ó Allah! Perdoa-me, tem misericórdia de mim, guia-me, enriquece-me, conceda-me, sustenta-me e eleve meu nível”.

Mantenha sempre a serenidade e a concentração na sua prostração e realize novamente a prostração dizendo “Allahu Akbar” repetindo as suplicas que pronunciou em sua primeira prostração.

Levante-se de sua prostração novamente dizendo Allahu Akbar e faça uma pausa sentando-se (isto é denominado Jalsatul Istiraha). Recomenda-se fazer essa pausa, porem não é considerado um erro caso não realizar-la. Logo após, coloque-se de pé apoiando-se com seus joelhos e mãos. Recite a Sura Al Fatiha novamente tal como havias realizado na primeira Rak’a. Aqueles que fazem a oração atrás do Imam não devem antecipar-lo em suas posições, já que Profeta  disse:

“O Imam foi designado para ser seguido. Não os diferencieis dele. Quando ele dizer Allahu Akbar, diga Allahu Akbar. Quando fizer o Ruku’ faça-o também logo depois dele ter feito. (Transmitido por Bukhari e Muslim).

Resumindo, não antecipe os movimentos do Imam.   

11.  Se a oração for de duas Raka’at como as orações do Fajr, as orações das celebrações (‘Id), a oração de Sexta-Feira; então deves permanecer sentado com as mãos apoiadas sobre as coxas e joelhos, levantando dedo indicador da mão direita simbolizando o Tauhid, também pode somente levantar o dedo indicador e mover em círculos, já que as ambas ações foram relatadas do Profeta .

Estando sentado recite o testemunho (at tashahhud):

At tahiiátu lillahi uas salauátu uat taiibátu, as salámu ‘alaika aiiuhan nabíiu ua rahmatullahi ua barakátuhu, as salámu ‘alaina ua ‘ala ‘ibádillahi as salihín, ash hadu an la iláha il lallahu, ua ash hadu anna muhammadan ‘abduhu ua rasúluh. Allahumma Salli ‘ala muhammadin ua ‘ala áli muhammadin, kama sallaita ‘ala ibrahíma, ua ‘ala áli ibrahíma, innaka hamídun majídun, allahumma bárik ‘ala muhammadin, ua ‘ala áli muhammadin, kama bárakta ‘ala ibrahíma, ua ‘ala áli ibrahíma, innaka Hamídun majídun.

“Os louvores, os atos de adoração e as boas ações são para Allah. A paz, misericórdia e as bênçãos de Allah sejam a ti ó Profeta! A paz esteja sobre nós e Teus servos virtuosos. Testemunho que não existe outra divindade exceto Allah e testemunho que Muhammad é Seu servo é Mensageiro. Ó Allah! Exalta a Muhammad e a família de Muhammad como exaltaste a Abraão e a família de Abraão. Tu és Louvado, Majestoso. Ó Allah! Abençoe a Muhammad e a família de Muhammad, como abençoaste a Abraão e a família de Abraão, Tu és Louvado, Majestoso.”

Logo após, pede-se refugio em Allah da mesma forma que fazia o Profeta :

Allahumma inni a‘údhu bika min ‘adhábil qabri, ua min ‘adhábi yahannama, ua min fitnatil mahia ual mamáti, ua min Sharri fitnatil masíhid dajjál

“Ó Allah! Refugio-me em Ti do tormento da tumba, do castigo do fogo, das provas e tribulações da vida e da morte, e da sedição do falso Messias”

Depois disso pode solicitar e suplicar a Allah o que desejares desta vida e da outra, já que é relatado que o Profeta  ensinou isso a ‘Abdullah Ibn Mas’ud .

Após, acabe a oração virando seu rosto levemente para a direita dizendo:

 Assalamu Alaikum wa rahmatullah

“Que a paz e as bênçãos de Allah estejam contigo”

Logo vire seu rosto para a esquerda e repita a mesma saudação.

12.   Se estiveres realizando a oração do Magrib (anoitecer) ou as orações do Duhr (meio dia) ou do ‘Asr (tarde) e ‘Isha (noite), deve colocar-se de pé logo após ter pronunciado o Tashahhud descrito anteriormente, levantando as mãos na altura das orelhas ou dos ombros dizendo: Allahu Akbar. Coloca-se a mão esquerda sobre a direita e ambas sobre o peito, recitando somente a Sura Al Fatiha, embora não exista proibição de recitar outros versículos logo depois, já que Abu Sa’id Al Khudri  narrou que o Profeta  em algumas ocasiões fazia dessa forma.

Logo depois da terceira Rak’a da oracão do Magrib, ou da quarta do Duhr, ou ‘Asr e do ‘Isha; recitam-se as saudações anteriormente mencionadas e logo se termina a oração saudando para ambos os lados dizendo:

Assalamu Alaikum wa rahmatullah

“Que a paz e as bênçãos de Allah estejam contigo.”

Não é uma obrigação, porém é uma Sunnah confirmada logo depois de concluída à oração, recordar Allah pedindo seu perdão e indulgencia:

Allahumma anta as salámu ua minka as salámu tabárakta ia dhal jaláli ual ikrám

“Ó Allah! Tu és a paz e de Ti provem a paz. Bendito sejas Possuidor da majestade e da generosidade!”.

Logo, é aconselhável repetir à seguinte suplica:

La iláha il lallahu, uahdahu la Sharíka lahu, lahul mulku, ua lahul Hamdu, ua húa ‘ala kul li Shai'in qadír. Allahumma la máni‘a limá a‘taita, ua la mu‘tia limá mana‘ta, ua la ianfa‘u dhal jaddi minkal yadd. La iláha il lallahu, uahdahu la Sharíka lahu, lahul mulku, ua lahul hamdu, ua húa ‘ala kul li Shai'in qadír, la haula ua la qúuata il la billah, la iláha il lallahu, ua la na‘budu il la iiáhu lahun ni‘matu, ua lahul fadlu, ua lahuz zaná'ul hasanu, la iláha il lallahu mukhlisína lahud dína, ua lau karihal kafirún.

“Não existe outra divindade exceto Allah, Único, sem sócios. Para Ele são os louvores e Ele possui o poder sobre todas as coisas. Ó Allah! Nada pode impedir o que Tu concedeste, nem dar o que Tu tenhas retido; e não se beneficiará o opulento de suas riquezas perante a Ti. Não existe outra divindade exceto Allah, Único, sem sócios. A Ele pertencem o reino e os louvores, e Ele tem o poder sobre todas as coisas. Não existe poder nem força com exceção de Allah. Não existe outra divindade exceto Allah e somente a Ele adoramos. Dele provem as graças e os favores, e para Ele são os bons louvores. Não existe outra divindade exceto Allah. Somos sinceros na pratica da religião embora isto desgoste os incrédulos”.

Também é recomendado repetir 33 vezes Subhanallah, 33 Alhamdulillah y 33 vezes Allahu Akbar, e completar a centésima (100) com a súplica:

La iláha il lallahu, uahdahu la Sharíka lahu, lahul mulku, ua lahul hamdu, ua húa ‘ala kul li Shai'in qadír.

“Não existe outra divindade exceto Allah, Único, sem sócios. Para Ele são os louvores, e Ele tem poder sobre todas as coisas”.

Também pode recitar o Versículo do Trono (2: 255), Surat Al Ikhlas (112), Surat Al Falaq (113), Surat An Nas (114). É muito recomendado recitar estas três Suras logo depois da oração do Fajr e do Magrib, já que era una prática constante do Profeta Muhammad , porem cabe mencionar que todas estas súplicas e recordações são aconselháveis, e não obrigatórias. É recomendado para todo muçulmano e muçulmana, rezar 12 Rak’at facultativas (opcionais) todos os dias. Quatro (4) antes da oração do Duhr, duas (2) logo depois da oração do Magrib, duas (2) logo depois do ‘Isha, e duas (2) antes do Fajr. Estas orações voluntarias eram realizadas pelo Mensageiro de Allah  em seu lar. Porem quando se encontrava em viajem, somente realizava duas (2) Rak’at antes da oração do Fajr, e a oração impar do Witr após a oração do ‘Isha. Não é desaconselhável rezar estas orações na mesquita, embora é preferível que realiza-las em seu lar, já que o Profeta  disse:

“A melhor oração que realiza o ser humano, é a feita em sua casa, com exceção das orações obrigatórias”.

Realizar estas orações voluntarias é uma maneira de ganhar o ingresso para o Paraíso. Disse o Profeta : “Quem realiza doze Rak’at voluntarias durante o dia e a noite, Allah construirá para Seu servo uma morada no Paraíso.” (Transmitido por Muslim)

Também é recomendável para todo muçulmano rezar quatro (4) Rak’at voluntarias antes da oração do ‘Asr, duas (2) antes da oração do Magrib, e duas (2) antes da oração do ‘Isha, ja que isto era também praticado pelo Profeta . Disse Allah:

 “Realmente tens no Mensageiro de Allah um belíssimo exemplo para aqueles que tem a esperança em Allah e no Ultimo Dia, e com freqüência se recordam de Allah”. (Surata 33: 21)

Disse o Profeta : “Realizai a oração tal como me viste fazer-la.”

Pedimos a Allah que nos conceda o êxito nesta vida e na outra. Conceda a paz e as bênçãos ao Profeta Muhammad , sua família, companheiros, e aqueles que seguem sua guia até o dia do Juízo Final.