Descrição resumida

A VIRTUDE DOS LAÇOS DE PARENTESCO

Descrição detalhada

A Virtude dos Laços de Parentesco

Louvado seja Allah Que nos orientou para isso e não estaríamos orientados sem a Sua orientação. Buscamos refúgio em Allah contra os males das nossas almas e contra os malefícios das nossas ações. A quem Allah encaminhar, ninguém poderá desviar, e a quem Allah desviar ninguém poderá lhe indicar o caminho certo. Presto testemunho de que não há outra divindade além de Allah, Único, sem parceiros, e presto testemunho de que Mohammad é Seu servo e Mensageiro. Que Allah o abençoe e lhe dê paz bem como a seus familiares, seus companheiros e seus seguidores, amém.

O homem foi criado, pela sua natureza, para viver em sociedade. Isso significa que ele não consegue viver sozinho, isolado e distante das outras pessoas. Ele necessita de quem dele cuide, de quem o ajuda, o felicite em suas alegrias e o console em suas tristezas. Por isso, o Islam, com seus ensinamentos, é alicerçado na misericórdia, na amizade, na solidariedade, na prática do bem e da piedade.

As pessoas que mais merecem a nossa piedade e amizade são os nossos parentes, como pai, mãe, irmão, irmã, tio, tia, bem como os outros parentes.

Esse cuidado para com eles, se for entendido e concretizado entre nós, faria cessar as inimizades e os desentendimentos, e cada um de nós sacrificaria o que lhe é mais caro para conservar os vínculos de fraternidade e de parentesco. A situação que vivemos hoje, porém, confirma o inverso disso. Os filhos não respeitam mais os pais, não se relaciona com a irmã, nem com a tia. Os desentendimentos são correntes entre os parentes, por motivos fúteis, sem se respeitar os laços de parentesco ou da fraternidade. Por isso, a misericórdia e a solidariedade entre os parentes só se prevalecerá quando se estabelecer entre nós as regras da fé que nos guia para a prática do bem. Um poeta já disse:

Se a fé desaparecer, não haverá mais segurança, nem religião, para quem não a cultivar.

Os nossos parentes têm direitos sobre nós tão importantes quanto a oração e o zakat. Por isso, Allah, diz: "Adorai a Allah e não Lhe atribuais parceiros. Tratai com benevolência os vossos pais e parentes, os órfãos, os necessitados, o vizinho parente, o vizinho próximo, o companheiro de lado, o viajante e os vossos servos, porque Allah não estima arrogante e pretensioso algum, que são avarentos e recomendam aos demais a avareza, e ocultam o que Allah lhes concedeu da Sua graça" (4:36-37). Verificamos, no versículo, que o direito do parente veio em seguida ao culto a Allah. Isso demonstra a sua importância e a elevada posição de quem se relaciona com ele, porque isso representa o aperfeiçoamento da fé em Allah e no Dia do Juízo Final. O Profeta (S) disse: "Quem crer em Allah e no Dia do Juízo Final, deve ser generoso com os hóspedes. Quem crer em Allah e no Dia do Juízo Final, deve ser bondoso para com o vizinho. Quem crer em Allah e no Dia do Juízo Final, deve conservar os laços de parentesco." O fortalecimento dos laços consangüíneos deve ser através da amizade, da misericórdia, da bondade, da caridade, principalmente aos órfãos e necessitados. O Profeta (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) disse: "Por Aquele Que me enviou com a verdade, que Ele não aceitará a caridade daquele que, possuindo parentes necessitados, ele a dá a outros. Por Aquele em Cujas Mãos está a minha alma, no Dia da Ressurreição, Ele não olhará para essa pessoa, não lhe falará e não a abençoará, e terá um severo castigo."

Não devemos conservar apenas os laços de parentesco com os parentes que se relacionam conosco. O Profeta (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) disse: "O fortalecimento dos laços familiares não consiste em darmos com generosidade, em reciprocidade, mas darmos aos parentes que cortam os seus laços conosco." Portanto, não devemos condicionar o nosso relacionamento com os parentes à reciprocidade. Allah diz: "Temei a Allah, em nome do Qual exigis os vossos direitos mútuos e reverenciai os laços de parentesco, porque Allah é vosso Observador" (4:1).

Ucba Ibn Abi Ámer relatou: "Encontrei-me, um dia, com o Profeta (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele). Ele pegou na minha mão e disse: 'Ó Ucba, queres que te indique qual é a mais importante conduta das pessoas, neste mundo e no Outro?' Respondi: 'Sim, ó Profeta!' Ele disse: 'Deves te relacionar com quem corta as relações contigo, dar a quem te priva, e perdoar quem te causa injustiça'." Portanto, o fortalecimento dos laços de parentesco aperfeiçoa a nossa fé, aumenta a nossa riqueza e prolonga a nossa vida, no sentido de abençoá-la. O Profeta (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) disse: "Aquele que deseja alcançar uma maior riqueza e uma vida mais farta deve fortalecer os seus laços consangüíneos."

Servos de Allah, temei a Ele, pois o Profeta (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele) disse: "A pessoa arrependida é amada por Allah, e quem se arrepende de um pecado é como se não o tivesse cometido".

Comentários