A Escola das Orações Noturnas

Descrição resumida

A Escola das Orações Noturnas - O mês de Ramadan é uma oportunidade fabulosa para nos acostumarmos com a vigília noturna - a sua glória é desprezar o que há nas mãos das pessoas.

Download
Enviar um comentário para o responsável desta página

Descrição detalhada

    Em nome de Allah, o Clemente, o Misericordioso

    A Escola das Orações Noturnas

    مدرسة القيام

    [ اللغة البرتغالية ]

    Khaled Taky Eldin

    خالد رزق تقي الدين

    Louvado seja Allah, Que designou o mês de Ramadan para a comunidade de Mohammad (S), estabelecendo-o como período de indulgência e perdão, de generosidade e benevolência, acorrentou nele o demônio e fechou as portas do Inferno, abriu as portas do Paraíso para Seus servos. Invocamos as bênçãos e a paz para a mais importante de Suas criaturas, o Profeta escolhido, para seus familiares, seus companheiros e para os que seguirem a sua orientação até o Dia do Juízo Final. Amém.

    Caros irmãos crentes, amados do Rassulullah (S)

    Allah, Abençoado e exaltado seja, designou o mês de Ramadan com excelentes e iluminadas noites, e pediu aos seus servos a se empenharem nas suas adorações para auferirem a Sua recompensa completa. Ele ordenou o Seu Profeta Mohammad (S) a permanecer em vigília e praticar as orações noturnas, dizendo: “Ó tu, acobertado, levanta-te à noite (para rezar), porém não durante toda a noite; a metade dela ou pouco menos, ou pouco mais, e recita fervorosamente o Alcorão.” (73:1-4). Allah, exaltado seja, evidenciou que as orações noturnas são a causa da elevação da posição perante Allah. Ele disse: “E pratica, durante a noite, orações voluntárias; talvez assim teu Senhor te conceda uma posição louvável.” (17:79).

    Servos de Allah

    O mês de Ramadan é uma oportunidade fabulosa para nos acostumarmos com a vigília noturna e as orações noturnas, invocando o Criador, glorificado e exaltado seja num momento mágico. O Rassulullah (S0 disse: “O nosso Senhor, abençoado e exaltado seja, desce, toda noite, até o céu terreno, no último terço da noite. Ele diz: “A quem Me implorar, atenderei; a quem Me pedir, concederei; a quem Me pedir perdão, perdoarei.” (Hadice narrado por Bukhári e Musslim.)

    O Rassulullah (S) disse, também: “O tempo em que o Senhor estará mais próximo do servo é durante o último terço da noite. Se você conseguir ser daqueles que se recordam de Allah nessa hora, seja.” (Narrado por Tirmizi e autenticado pelo Albani).

    Certamente, a vigília noturna e a prática das orações enobrecem o crente. O Rassulullah (S) disse: “O que enobrece o crente são as suas orações noturnas e a sua glória é desprezar o que há nas mãos das pessoas.” (Hadice excelente, autenticado pelo Albáni).

    Yazid Al Ricáchi disse: “Com a prolongação da vigília sossegam os olhos dos adoradores, com o prolongamento da sede seus corações se alegram quando encontram Allah, exaltado seja.”

    Uma vez que as orações noturnas vivificam os corações, iluminam as vistas e os rostos, Ibn Mas’ud disse a respeito delas: “A orações noturnas superam as orações diurnas como a caridade secreta supera a caridade manifesta.” Amru Ibn Al ‘As (R) costumava dizer para a sua tia Salma: “Ó Salma, uma unidade de oração durante a noite é melhor do que dez unidades praticadas durante o dia.”

    Wahb Ibn Munabih disse: “As orações noturnas concedem honra ao modesto e glória ao humilde. O jejum diurno elimina os maus desejos de quem o pratica. O crente não terá tranqüilidade sem o ingresso no Paraíso.”

    O Nosso nobre Profeta (S) costumava ficar em vigília praticando as orações noturnas ao ponto de seus pés se incharem. Aicha (R) perguntou-lhe: “Por que fazes isso se os teus pecados passados e futuros foram perdoados?” Ele respondeu: “Não deveria eu ser um servo agradecido?” (Mutafac alaih).

    Foi perguntado ao Hassan Al Basri (RA): “Quais são os atos mais preferidos por Allah?” Ele respondeu: “A oração no meio da noite.”

    Allah descreveu os crentes da seguinte forma: “São aqueles cujos corpos não relutam em se afastar dos leitos para invocarem ao seu Senhor com temor e esperança, e que fazem caridade daquilo com que os agraciamos.” (32:16).

    O Profeta (S) nunca deixou de praticar as orações noturnas mesmo durante as viagens. Hamid Ibn Abdulrahman disse: “Um dos companheiros do Rassulullah (S) relatou: Pensei, quando em viagem com o Rassulullah (S) em observá-lo e verificar o que ele faz. Depois que ele praticou a oração Ichá (da noite), estando já escuro, deitou-se uma parte da noite. Então acordou, olhou o horizonte e disse: “Ó Senhor nosso, não criaste isto em vão. Glorificado sejas! Salva-nos do tormento infernal! Ó Senhor nosso, quanto àquele a quem introduzirás no fogo, Tu o desonrarás! Os injustos não terão socorredores! Ó Senhor nosso, ouvimos um pregoeiro que nos convoca à fé dizendo: Crede em vosso Senhor! e cremos. Ó Senhor nosso, perdoa as nossas faltas, redime-nos das nossas más ações e acolhe-nos entre os virtuosos. Ó Senhor nosso, concede-nos o que prometeste por intermédio dos Teus mensageiros, e não nos desonres no Dia da Ressurreição. Tu jamais quebras a promessa.” (3:191-194). Então, voltou para o leito, pegou um siwak. Então, colocou água em uma vasilha e bebeu. Então se ergueu e orou durante tanto tempo quanto ele havia dormido. Então, deitou-se e dormiu durante tanto tempo quanto havia orado. Então, acordou e fez o que havia feito à primeira vez e disse o que havia dito a primeira vez. Ele fez aquilo três vezes antes do despontar da aurora.” (Hadice autêntico, relatado pelo Albáni.”

    As orações noturnas têm um gosto só sentido por quem já as experimentou. Yahia Ibn Moaz disse: “Não encontramos nas virtudes algo melhor do que as orações noturnas. Que não auferiram por os outros atos o que auferiram pelas orações noturnas. Com ela encontraram os corações, eliminaram os pecados e encontraram o caminho para o Conhecedor do desconhecido.”

    Alguns piedosos disseram: “Não há no mundo um tempo parecido com as dádivas dos donos do Paraíso a não se o que os encontram aqueles que sentem o gosto de suas evocação durante a noite.”

    Ibn Sulaiman costumava dizer: “Os que permanecem em vigília, orando sentem mais prazer do que os que se divertem. Se não fossem as evocações noturnas, não iria querer permanecer no mundo.” Sufian Al Sauri disse: “Allah guarda um vento sob o Trono que sopra durante as horas de vigília, levando os lamentos e os pedidos de perdão.”

    Mohammad Ibn Kaiss disse: “Fiquei sabendo que se o servo se erguer durante a noite para orar, a piedade recairá sobre ele dos altos céus, diretamente na sua cabeça. Os anjos descerão sobre ele para ouvirem a sua recitação, os que habitam seu lar também o ouvirão bem como os habitantes do ar. Quando termina a sua oração e se senta para sua prece, os anjos o cercaram dizendo amém para sua prece. Quando ele dorme, depois disso, será dito: “Dorme feliz e tranqüilo, dorme bem pelo seu belo ato.”

    O Rassulullah (S) disse: “Vocês devem praticar as orações noturnas, pois era o hábito dos piedosos anteriores a vocês e uma aproximação de Allah, o Altíssimo, uma coibição dos pecados, expiação pelas faltas e afastamento das enfermidades físicas.” (Hadice autêntico, narrado por Ahmad e Tirmizi).

    Mohammad Icbal (RA) disse: “Ó Senhor meu, tira de mim o que desejas, mas não me tira o prazer da vigília, nem me prive de suas dádivas.”

    Servos de Allah, é-nos suficiente honra que os anjos ouvem as evocações dos que passam a noite em vigília. Áli Ibn Abi Tálib (R) relatou que o Rassulullah (S) disse: “Quando o servo usa o siwak (escova de dentes), então se erguer para orar, o anjo se erguerá por trás dele para ouvir as suas recitações. Aproxima-se dele – ou algo semelhante – até colocar a sua boca na boca dele. Tudo que ele recitar do Alcorão penetrará no íntimo do Anjo. Portanto, purifiquem as suas bocas com o Alcorão,.” O Albáni o classificou como hadice autêntico.

    As orações noturnas geram a misericórdia de Allah, glorificado e exaltado seja. O Rassulullah (S) disse: “Allah terá misericórdia que acorda, à noite, acorda seus familiares. Se se negava, ele borrifava água no rosto dela. Allah terá misericórdia da mulher que acorda à noite e acorda o esposo para rezarem. Se ele se negar, ela borrifa água no rosto dele.” (Hadice autêntico).

    As orações noturnas são a causa do atendimento das preces. O Rassulullah (S) disse: “Durante a noite há uma hora que quando o muçulmano alcança e pede algo benéfico a Allah quer seja dessa vida ou da Outra, Ele lho concederá, e isso toda noite.” (Hadice autêntico).

    Al Fadhil Ibn ‘Aidh disse: “Allah, o Altíssimo, desce, toda noite para o céu terreno e diz: “Mentequem alega que Me ama e quando desce a noite, dorme e Me esquece.”

    Irmãos muçulmanos: o mês de Ramadan é o mês das orações noturnas. Portanto aproveitem as suas noites para as orações, para a recitação do Alcorão e o pedido de perdão. Allah, abençoado e exaltado seja guarda para vocês as melhores recompensas. Ele disse: “Nenhuma alma caridosa sabe que deleites para os seus olhos lhe está reservado, em recompensa pelo que fez.” (32:17). Ibn Sirin (RA) disse que o deleite é o visualisar a Allah, no Dia da Ressurreição. Hassan Al Bassri disse: “Se as pessoas dissimularem as suas obras, Allah, o Altíssimo, gusrdará para eles o que nenhum olho viu, nenhum ouvido ouviu e nenhum coração sentiu.”

    Ó Allah, aceita o nosso jejum, nossas orações noturnas, nas inclinações, nossas prostrações e as nossas súplicas, ó Senhor do Universo. Ó Allah, dá-nos forças de praticarmos as orações noturnas durante o mês de Ramadan e cumula-nos com a Tua misericórdia e a Tua Luz, ó Senhor do Universo. Que Allah abençoe a todos juntamente com os filhos e famílias, amém.

    Sermão da Sexta-feira, 12 de Ramadan, 1429 – 12/09/2008

    Sheikh Khaled Rezk Taky El Din

    www.taky din.net

    Tradução: Prof. Samir El Hayek

    www.islamhouse.com

    Categorias: