• Português

    PDF

    Este livro contém vinte provas de que o Novo Testamento (os quatro evangelhos e as epístolas anexadas a eles) não são as palavras de Deus (o Todo-Poderoso). Também inclui evidências racionais de que o Antigo Testamento (a Torá) não é a palavra de Deus (o Todo-Poderoso), a mais importante das quais é que inclui insultos a Deus e insultos a oito de seus profetas. Na conclusão do livro, o autor incluiu um capítulo útil no qual transmitiu evidências do Antigo e do Novo Testamentos sobre a profecia de Mohammad Ibn Abdullah (Deus o abençoe e lhe dê paz), o profeta da religião do Islam. Assim, este breve livro tornou-se um argumento suficiente para provar três coisas: A primeira: que o Antigo e o Novo Testamentos não são as palavras de Deus, mas são as palavras dos homens. A segunda: que a Torá e o Evangelho originais não existem, e que desapareceram ao longo da história. Terceiro: Provando a profecia do Selo dos Profetas e Mensageiros, Mohammad (Deus o abençoe e lhe dê paz) nos termos do Antigo e do Novo Testamentos.

  • Português

    DOCX

    Este é um breve livro que mostra as etapas de mudança e distorção gradual que ocorreram na crença dos judeus no decorrer dos séculos, até atingir o que alcançou de contradição e extrema turbulência, o que tornou sua religião digna de ser descrita como conjunto de manipulações de Satanás, que constituem mais de vinte manipulações. Não são poucos os judeus que leram o livro e dele se beneficiaram, e descobriram o desvio do caminho em que estavam seguindo, o que foi motivo para se converterem ao Islam aqueles a quem Deus quis orientar, e louvado seja Deus, Senhor do Universo.

  • Português

    PDF

    A história da poligamia e seu status legal no Judaísmo e Cristianismo.

página : 1 - de : 1